AcessibilidadeAcessibilidadeInternacional

Na UNISC, a avaliação institucional é concebida como um processo busca subsídios e fundamenta diagnósticos indispensáveis para a gestão na tomada de decisões. O processo avaliativo visa garantir que o planejamento seja cada vez mais eficiente e eficaz, por meio da identificação de potencialidades e de oportunidades de melhoria, orientando diretrizes e critérios para a definição de políticas institucionais.

O planejamento e a execução as autoavaliação se orientam pelas diretrizes, pelos mecanismos e instrumentos de avaliação estabelecidos pelo SINAES e as técnicas de pesquisa utilizadas envolvem principalmente a aplicação de questionários, mas dados originados da análise de documentos administrativos e a participação em reuniões e seminários também geram informações importantes.

Em todos os instrumentos é oferecido um campo aberto em que o respondente pode relatar de forma dissertativa sua sugestão, crítica ou elogio ao processo avaliado. Esses dados são analisados pela CPA e repassados aos gestores para conhecimento e para que sejam tomadas providências, se for o caso. Com o objetivo de buscar uma forma inovadora de analisar esse material qualitativo, a CPA utiliza softwares de análise de conteúdo, como o Orange Data Mining, para extrair questões proeminentes nas respostas dos estudantes. Por meio de nuvem de palavras, por exemplo, é possível orientar a gestão para que a tomada de decisão seja executada com a adoção de estratégias que proporcionem soluções exitosas e pontuais. 

A avaliação é disponibilizada para a comunidade acadêmica para dar ampla visibilidade aos resultados. Atualmente, isso ocorre a partir do acesso do usuário ao Sistema de Avaliação. Os estudantes podem visualizar resultados gerais e de seu curso, enquanto professores acessam seus resultados individuais e os gestores têm acesso aos resultados gerais de sua área e dos docentes vinculados a ela. Ainda que a ampla participação da comunidade acadêmica registrada nos processos remeta à existência de uma cultura de avaliação já instituída na Universidade, a CPA está sempre buscando qualificar essa fase fundamental do processo. 

Para garantir a continuidade do processo e a sua adaptação ao longo do tempo, o instrumento é revisado periodicamente, sendo adaptado para atender a demandas pontuais. Entre os processos de autoavaliação, o que tem o maior volume de estudantes participando é a avaliação da prática pedagógica da graduação, onde se tem mantido um percentual de participação na faixa dos 60%.

MENU PRINCIPAL